terça-feira, 24 de maio de 2011

É ASSIM QUE O MICO ENTENDE

Passou um ano e seis meses desde que um gato entrou na vida dos meus avós. O tempo foi passando até que o momento tinha chegado. Tinha chegado a altura de ter a tal explosiva conversa que uma mãe tem para a sua respectiva filha. Neste caso, o neto para o gato dos seus avós.

É assim que o neto fala com o gato preto e branco:

"Mico (o nome do gato) eu ainda me lembro quando tu eras um gatinho bebézinho que se alimentava do leitinho da mamãzinha branca. (Suspiro)  Tenho de parar de finalizar as palavras em "inho", pois já não és um bebé, mas sim um jovem gato. (Novo suspiro) Os anos foram passando e mudaste mentalmente. Já não te interessas pelas Playmobil que roías, mas agora interessas-te por Barbies Cats verdadeiras. Eu sei que pelo teu ar, custa ter esta conversa mas é para o teu bem. Tu tens que saber conter o teu entusiasmo. Tens que saber conter as tuas idas nocturnas às esquinas do nosso vigiado bairro. Tu não te podes entregar a qualquer gata pois podes sair prejudicado a todos os sentidos. Além de doenças, podes ser pai de dezenas e dezenas de gatinhos lindos como tu. Se isso acontecesse tinhas que trabalhar como um cão (desculpa a comparação) para sustentar os teus rebentos e as respectivas vadias mães. Pensa nisso Mico e qualquer for a tua decisão eu estarei aqui para te dar festinhas, Playmobil para tu roeres e algum dinheiro para os teus rebentos. Tenho dito."

É assim que o Mico entende:
"Mico, blá blá blá leitinho da mamãzinha blá blá blá Barbies Cats verdadeiras blá blá blá idas nocturnas às esquinas blá blá blá algum dinheiro blá blá blá"






Sem comentários:

Enviar um comentário

ATENTADO A PORTUGAL (LISTA NEGRA)

ATENTADO A PORTUGAL (LISTA NEGRA)
Mas quem é que esta gente é para agora meter-se com Portugal?